• Muro de vidro valoriza fachada

  • Kelly Moraes

Para quem está construindo ou pensando em dar início a uma obra, uma ótima sugestão para dar mais visibilidade e iluminação aos imóveis são os muros de vidro, que estão ganhando espaço e substituindo os convencionais de alvenaria e grades.

Não é difícil sabe o porquê. "Uma das grandes vantagens deste material é que reduz a sensação de enclausuramento devido à transparência", explica a arquiteta Regina Acutu. Além disso, o vidro por si só confere um visual mais contemporâneo e leve ao projeto.

Engana-se quem pensa que os muros de vidros são frágeis ou tem apelo meramente estético. O proprietário da Euro Vidros, Jairo Alves de Moraes, garante que o vidro é material resistente e quando quebrado um som parecido com uma batida de carro é emitido, podendo ser ouvido a uma longa distância.

"E mesmo depois de quebrado é muito difícil o invasor entrar no imóvel, já que os fragmentos ficam presos a uma lâmina e não se soltam facilmente".

Douglas Marçal

Além do fator estético, o muro de vidro permite perceber se há alguém rondando o imóvel

Há alguns anos, a Polícia Militar do Paraná realizou uma pesquisa de quase dois anos a respeito da importância do planejamento urbano e dos aspectos arquitetônicos na prevenção dos crimes. O trabalho revelou, por exemplo, que, ao contrário do senso comum, 71% dos criminosos preferem assaltar residências com muros, já que o mesmo impede que alguém os veja de fora da propriedade. Então, ponto positivo para o vidro, que permite perceber se há alguém rondando o imóvel.


Laminados e temperados

De acordo com a arquiteta, os tipos de vidro mais utilizados são os laminados
e os temperados.

Os vidros laminados variam entre quatro e cinco milímetros de espessura, já nos temperados as composições mais comuns são de oito e dez milímetros.
As cores para ambos variam entre incolor, verde e fumê. Há ainda a possibilidade de se trabalhar com vidros estampados ou serigrafados, que conferem certa privacidade.

Para limpar o material é necessário apenas água e sabão neutro e, segundo Jairo Moraes, a única recomendação é enxugá-lo depois de ser lavado. "Para facilitar o trabalho, há no mercado um impermeabilizante que impede a fixação da água no vidro". Em compensação, menciona a arquiteta, ‘o cliente deve estar ciente que este tipo de material pode datar, ou seja, está em alta agora, mas pode sair de moda em alguns anos’.

Um outro ponto que deve ser levado em consideração na hora da escolha do material é com relação à sensação térmica, já que a radiação atravessa o vidro em forma de raios ultravioletas e são devolvidos em raios do tipo infravermelho longo, que não conseguem atravessar o vidro com a mesma facilidade e podem criar um efeito estufa no local.

"Todos esses detalhes devem ser observados na hora do projeto, porém é incontestável o visual moderno, bem como a elegância e a segurança dos muros de vidro", pondera Moraes. Ele, por fim, diz que o preço é um outro atrativo.

"Seu custo-benefício é o melhor do mercado, pois o vidro é de fácil manutenção e o alumínio, metal mais usado para sustentar o vidro, não estraga com facilidade mesmo exposto ao ar livre. Com o passar dos anos, é preciso fazer a manutenção do metal, como pintura, para mantê-lo com boa aparência".

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.

Últimas notícias de Construir & Decorar

Publicidade

Publicidade

Shopping

Anuncie nos classificados de O Diário

Pague com:

Loterias

  • Números sorteados
  • 10
  • 22
  • 24
  • 38
  • 39
  • 49

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - O Diário do Norte do Paraná. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.