• Macarrão engorda. Mito ou não?

Nos últimos anos o mercado de massas alimentícias tem registrado crescimento em torno de 18%. E, segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias (Abima) este número tende a crescer. Isso porque a falta de tempo tem feito com que a praticidade seja um quesito primordial na hora da compra. O que significa que o consumo de produtos de fácil preparo, como o macarrão, por exemplo, deverá aumentar.

"Atualmente o tempo médio gasto para preparar refeições é de 20 minutos, ao passo que na década de 80 as pessoas chegavam a ficar duas horas envolvidas com o preparo de um prato na cozinha", comenta Cláudio Zanão, presidente da Abima.

Para Zanão, foi-se o tempo em o macarrão era tido como inimigo de uma dieta saudável. Hoje, inclusive, estudiosos do mundo todo apoiam cada vez mais a importância de vários tipos de alimentos nas refeições, ao invés de um único tipo de comida ou nutrientes individualmente considerados.

"Durante um congresso científico realizado no ano passado no Rio de Janeiro, 13 pesquisadores de diferentes nacionalidades divulgaram um consenso no qual defenderam que as refeições saudáveis com massas alimentícias são um componente chave de muitos padrões alimentares saudáveis em todo o mundo, como a Dieta Mediterrânea, já comprovada cientificamente", ressalta Zanão.

A nutricionista Vanderli Marchio, ri, que fez parte do Consenso Científico, defende que comer macarrão em porções adequadas combinado com legumes e verduras não contribui para o ganho de peso.

"Para a maioria dos especialistas em nutrição o ganho de peso é decorrente do excesso de calorias que comemos, sendo assim, não importa de onde as calorias extras vêm. Se você ingerir mais calorias do que gasta vai engordar. O que deve ser levado em conta é a composição da dieta, além da forma de preparar os alimentos".

 

Talharim com o molho de cenoura

Rendimento: seis porções.

Grau de dificuldade: fácil.

Tempo de preparo: 35 minutos.

Ingredientes: 400 gramas de macarrão no formato de talharim, cozido al dente, duas colheres de sopa de azeite de oliva, três xícaras de cenoura ralada grosso, duas colheres de sopa de cebola picada, ¼ de xícara de chá de folhas de hortelã, uma colher de sopa de suco de limão, um pote de iogurte natural desnatado (200 gramas) e ½ colher de chá de sal ou a gosto.

Modo de preparo: Numa panela média, aqueça o azeite em fogo alto. Refogue a cenoura e a cebola até ficarem macias (cerca de quatro minutos). Adicione os ingredientes restantes, misture e deixar aquecer bem. Escorra o macarrão, misture com o molho, transfira para uma travessa e sirva a seguir.

 

Mitos e verdades sobre o macarrão

Mito - Diabético não pode comer arroz e macarrão.

Verdade - Pode sim, desde que esteja na cota de carboidrato da refeição. Num momento em que a obesidade e diabetes aumentam em todo o mundo, as refeições com massas alimentícias e outros alimentos de baixo índice glicêmico podem ajudar a controlar a glicemia e o peso corporal, especialmente em indivíduos com sobrepeso ou obesidade. O índice glicêmico é um dos vários fatores que influenciam a saudabilidade dos alimentos.

Mito - Macarrão engorda e deve ser banido do cardápio.

Verdade - O ganho de peso não é causado por um alimento em particular. O macarrão quando consumido em porções adequadas e combinado com legumes, verduras e outros alimentos pouco calóricos não contribui para o ganho de peso. Ademais, o macarrão pode ser um aliado para quem faz dieta alimentar associada a prática de exercícios, mas cuidado com as calorias do molho. Pesquisas científicas apoiam cada vez mais a importância da dieta como um todo, ao invés de alimentos ou nutrientes consumidos individualmente. Muitos ensaios clínicos confirmam que é o excesso de calorias, e não de carboidratos, o responsável pela obesidade. As dietas com sucesso em promover a redução de peso baseiam-se em proporções variáveis, adequadas e saudáveis de carboidratos, gorduras e proteínas. Todos estes três macronutrientes em equilíbrio são essenciais para uma dieta individualizada e que pode ser seguida ao longo da vida. Além disso, dietas muito pobres em carboidratos podem não ser seguras a longo prazo.

Mito - Comer macarrão desacelera o metabolismo.

Verdade - O macarrão é um alimento fonte de carboidrato e seu consumo adequado mantém o metabolismo funcionando adequadamente. Os carboidratos são a principal fonte de glicose para o corpo, sendo esta o principal combustível (ou fonte de energia) para o cérebro, células vermelhas sanguíneas (hemoglobinas), sistema nervoso central e outras funções corporais.  Além disso, as refeições saudáveis com massas alimentícias são um componente chave de muitos padrões alimentares saudáveis em todo o mundo, como a Dieta Mediterrânea, já comprovada cientificamente. Os padrões alimentares tradicionais conferem mais benefícios para a saúde do que os atuais padrões ocidentais.

Mito - Dieta só de proteína ou só de carboidratos é o segredo para mudar o corpo.

Verdade - Dietas exclusivas, ou só de carboidratos presentes no pão ou só de proteínas (presentes na carne), oferecem maior risco de contrair doenças. As refeições saudáveis com massas alimentícias são uma deliciosa maneira de se incluir ou aumentar o consumo de vegetais, leguminosas e outros alimentos considerados saudáveis e que não são consumidos em quantidades e/ou frequência suficiente. Além disso, as massas alimentícias constituem uma alternativa saudável e econômica em quase todas as sociedades. Promover a acessibilidade e o baixo custo das massas alimentícias pode ajudar a combater o preconceito de que alimentos saudáveis são demasiadamente caros. (Fonte: Abima)

 

Talharim ao molho branco light

Rendimento: quatro porções.

Grau de dificuldade: fácil.

Tempo de Preparo: 35 minutos.

Ingredientes: 500 gramas de talharim cozido al dente, três colheres das de sopa de farinha de trigo, quatro xícaras de chá de leite desnatado, sal a gosto, quatro xícaras de brócolis, duas xícaras de chá de cogumelos frescos picados e oito colheres de sopa de queijo parmesão ralado.

Modo de preparo: Em uma panela, coloque a farinha bem dissolvida no leite, tempere com o sal e deixe em fogo baixo até engrossar, mexer sempre. Refogue rapidamente em fogo forte os brócolis e os cogumelos temperando a gosto com sal e pimenta. Misture o talharim com os brócolis e os cogumelos. Regue com o molho branco e polvilhe com o queijo parmesão ralado. Sirva ainda quente.

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.

Últimas notícias de Moda & Beleza

Publicidade

Publicidade

Shopping

Anuncie nos classificados de O Diário

Pague com:

Loterias

  • Números sorteados
  • 16
  • 29
  • 34
  • 35
  • 49
  • 51

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - O Diário do Norte do Paraná. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.