• Crimes em Floriano levam à prisão de irmãos Bravin

  • Roberto Silva

Uma operação desencadeada na manhã desta terça-feira pela Polícia Civil resultou na prisão de três membros da família Bravin - um deles cabo do 5º Grupamento de Bombeiros (GB) -, residentes no distrito de Floriano, município de Maringá.

Nas casas dos suspeitos a polícia apreendeu peças e chassis de motos furtadas, armas, munições e objetos suspeitos de furto.

A operação foi fruto de um trabalho de investigação iniciado há dois meses com base em denúncias que davam conta do suposto envolvimento de alguns membros da família Bravin com furtos ocorridos em residências e propriedades rurais do distrito.

Dois investigadores escalados para apurar as denúncias confirmaram em relatório que durante a apuração dos fatos encontraram moradores temerosos em dar informações, provavelmente com medo de represálias.

De acordo com os investigadores, somente depois de terem assegurado o sigilo dos nomes os moradores se dispuseram a falar.

¿Além de furtar nossos animais, eles ainda zombavam da situação e faziam questão que as vítimas tomassem conhecimento de que eles tinham sido os autores do furto dizendo a elas que a carne estava boa¿, relataram os investigadores no ofício encaminhado ao Ministério Público e Poder Judiciário.

Um agricultor, de 75 anos, chorou no momento em que prestava declarações na 9ª SDP. Emocionado, ele frisou que nenhuma providência era tomada com relação aos furtos ocorridos naquela localidade.

¿Desistimos de denunciar os crimes depois que o soldado Joaquim Bravin, do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM), de Maringá, passou a trabalhar como policial militar no distrito¿, relatou a vítima.

Em meio aos absurdos colhidos pelos investigadores, consta a denúncia de um agricultor que teve um boi furtado durante uma madrugada. Ao investigar o crime por conta própria, o agricultor descobriu que o animal teria sido usado numa festa para homenagear o policial Joaquim Bravin.

A esposa de um traficante que está preso na 9ª SDP confirmou que o marido ajudou a furtar o animal em conluio com o lavrador Maurício Nunes Bravin, irmão de Joaquim, bem como de uma casa de madeira construída em um sítio vizinho à propriedade de Maurício.

O traficante não só confirmou as denúncias, como delatou três membros da família Bravin e outros dois moradores do distrito, supostamente envolvidos com os crimes.

Somaram-se às denúncias relatos de outras vítimas que tiveram grandes quantidades de defensivos agrícolas e equipamentos rurais furtados, além de residências arrombadas.

Com quatro páginas recheadas de denúncias, o relatório encaminhado à Justiça foi aceito pela juíza substituta da 2ª Vara Criminal, Mônica Fleith, que expediu ordens de busca e apreensão na residência de nove suspeitos, entre eles quatro membos da família Bravin.

As buscas na casa do cabo Policarpo Bravin, 47 anos, do 5º GB, resultaram na apreensão de uma Honda Strada furtada em outubro do ano passado em Maringá. Autuado por recepatação dolosa, Policarpo explicou que a moto teria sido comprada pelo filho.

Na residência de Pedro Bravin, 48, os policiais apreenderam 20 pássaros silvestres que eram mantidos em cativeiro. Pedro foi multado em R$ 10 mil e liberado para responder o processo em liberdade.

No sítio de Maurício Bravin, 53, foi encontrado uma carabina, munições de calibre variados, e um chassi de moto Turuna com numeração suprimida, escondido dentro do forro da casa.

Autuado por posse ilegal de arma de fogo, posse de munição de uso restrito, receptação dolosa e adulteração de sinal identificador de veículo, Maurício disse que não sabia do chassi no forro de sua casa.

Com Wanderlei Augustus Nunes Bravin, 41, foi encontrada uma garrucha calibre 22. Ele pagou fiança de R$ 600 e foi liberado após ser indiciado.

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.

Publicidade

Publicidade

Shopping

Anuncie nos classificados de O Diário

Pague com:

Loterias

  • Números sorteados
  • 4
  • 23
  • 55
  • 10
  • 38
  • 33

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - O Diário do Norte do Paraná. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.