• Vida, Dom de Deus!

  • Dom Jaime Luiz Coelho

As origens do mundo e da humanidade estão na Bíblia Sagrada, a Palavra de Deus: Gênesis 1, 1ss; 2 e 3. "No princípio Deus criou o céu e a terra.
"Deus disse: Façamos o homem à nossa imagem e semelhança ... Deus criou o homem à sua imagem, e à imagem de Deus ele o criou, homem e mulher ele os criou. Então Iahweh Deus modelou o homem com a argila do solo, insuflou em suas narinas um hálito de vida e o homem se tornou um ser vivente" ... Vemos aí a VIDA saindo das mãos de Deus. Um dom seu. "Iahweh Deus plantou um jardim em Éden ... E aí colocou Adão e Eva: Podeis comer de todas as árvores do jardim. Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comereis, porque no dia em que dela comerdes tereis que morrer ... Dela não tocareis sob pena de morte.

A mulher, enganada pela serpente - satanáz - comeu o fruto e o marido, que com ela estava e ele comeu ... Porei, no entanto, diz o Senhor, hostilidade entre ti e a mulher, entre tua linhagem e a dela. Ela te esmagará a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar". Aí está o vislumbre da salvação, pois Deus criou o homem e a mulher para felicidade eterna do Céu, isto é, a sua visão beatífica. Vem ao mundo o Messias - o Filho de Deus - para restaurar a obra criadora de Deus e salvar o homem e a mulher por Ele criados, dando-lhes a vida eterna depois da morte aqui na terra.

O Senhor disse-lhes: "Com o suor de teu rosto comerás teu pão até que retornes ao solo, pois dele foste tirado. Pois tu és pó e ao pó te tornarás ... Após comerem do fruto proibido esconderam-se da presença de Deus, porque, com medo, perceberam que estavam nus. Perderam o dom da Graça, da Vida divina, a participação da natureza, da Vida de Deus, que recebemos conforme diz a segunda Carta de São Pedro 1,4: "por liberalidade de Deus nos tornamos participantes da natureza divina".

A Bíblia Sagrada mostra-nos, assim, que a VIDA saiu das mãos de Deus, dando-nos, já aqui na terra, a participação de sua Vida divina, a Graça santificante. O homem, criado à imagem e semelhança de Deus, recebe uma semelhança de natureza: inteligência, vontade, poder; o homem é uma pessoa, separada dos animais, recebendo uma revelação mais alta: "a participação da natureza divina pela Graça, Dom da Vida do próprio Deus".


Criado, pois, por Deus e vivendo sua Vida Divina, o homem passa pelo mundo e vem a morte. Não tem, pois, o homem ou a mulher, o direito de tirar a própria vida e nem a vida de seu próximo; e ele perde a Vida da Graça, a Vida de Deus, pelo pecado, que comete; a transgressão da Vontade de Deus, dos seus Mandamentos. Deus, porém, que é Pai e Criador do homem, perdoa-lhe o pecado, devolve-lhe a Vida da Graça Santificante se a quer, pela prática das virtudes. Uma vez, chegado "o dia da eternidade" (2Pedro 3, 18), o homem, que viveu neste mundo com a sua VIDA recebida das mãos de Deus, inicia a sua VIDA na eternidade do Céu, no seio paterno de Deus. É o DOM DA VIDA começado aqui na terra e que jamais termina na Eternidade.


?
Dom Jaime Luiz Coelho, 1º Arcebispo de Maringá.

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.

Últimas notícias de Opinião

Publicidade

Publicidade

Shopping

Anuncie nos classificados de O Diário

Pague com:

Loterias

  • Números sorteados
  • 4
  • 6
  • 11
  • 43
  • 54
  • 56

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - O Diário do Norte do Paraná. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.