• Coração acelerado? Busque ajuda

  • Talita Amaral

A secretária Marisa Cabanhas Ferrari sentia de vez em quando uma palpitação no coração, mas achava que o sintoma poderia ser resultado de estresse ou de um medicamento psiquiátrico que tomava com frequencia.

Ela ainda não tinha procurado um cardiologista até sentir uma aceleração muito rápida e um aperto no coração. Preocupada, decidiu procurar um pronto-socorro, em seguida, um cardiologista. Foi quando veio o diagnóstico da arritmia cardíaca, que é um distúrbio no ritmo dos batimentos do coração.

Divulgação

Sintomas como aceleração nos batimentos devem ser observados

Considerada como uma das principais causas de morte súbita, a arritmia cardíaca pode acelerar os batimentos, deixá-los mais lentos ou ainda provocar uma disfunção no ritmo normal do coração.

Pode ser causada por uma alteração estrutural do órgão ou ser consequência de efeitos da cafeína, presente também nos energéticos, ou de drogas como cocaína, êxtase e crack.

O uso dessas drogas ou de energéticos pode deixar os batimentos mais rápidos. Vale lembrar que a arritmia pode ser fatal. Alterações da tireoide e doenças cardíacas também podem causar a disfunção.

A cardiologista Denise Matias Campos explica que, quando uma pessoa sentir um descompasso nos batimentos do coração (aceleração ou lentidão), deve procurar um cardiologista imediatamente.

Outro sintoma comum é a perda de consciência. "Se a doença for diagnosticada precocemente pode ser tratada, e o paciente volta a ter uma vida normal", assegura a especialista.

Depois de ouvir o diagnóstico de arritimia, a secretária Marisa Ferrari foi encaminhada para um tratamento denominado ablação por radiofrequência (espécie de microcoagulação feita com energia de radiofrequência aplicada com catéteres especiais nos focos das arritmias). Seu marido já havia se submetido ao mesmo procedimento.

"Fiquei tranquila na hora. Não senti dor nenhuma e hoje me sinto muito bem. Felizmente, nunca mais senti palpitação e aperto no coração", diz.

 

Qualquer idade
As arritmias cardíacas podem ocorrer em qualquer idade, independente do sexo e da etnia, estando ou não associadas a outras doenças do coração.

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.


Publicidade

Publicidade

Shopping

Anuncie nos classificados de O Diário

Pague com:

Loterias

  • Números sorteados
  • 8
  • 18
  • 21
  • 31
  • 37
  • 38

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - O Diário do Norte do Paraná. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.