• Perda de libido também afeta os homens

O urologista Márcio Carvalho, do Centro de Informações e Estudos sobre a Sexualidade de Maringá (Ciesma), explica que os homens também são afetados pela perda de libido e, mais uma vez, isso não representa, necessariamente, a falta de amor pela parceira.

De acordo com o especialista, basicamente existem quatro fatores que provocam a falta do desejo no homem: "O primeiro é o desequilíbrio hormonal ou a andropausa (mais corretamente distúrbio androgênico do envelhecimento masculino), que acarreta na perda parcial ou mesmo completa do desejo sexual, associado com perda das fantasias ou pensamentos ligados ao sexo e disfunção erétil (impotência)", explica.

"O indivíduo fica até meses sem sexo e não sente falta, e é a esposa que vai procurá-lo. Em algumas vezes a potência sexual até está presente, ou seja, ele faz sexo ‘empurrado’ pela parceira, mas sem desejo algum".

O segundo bloqueio da libido pode vir de problemas emocionais como tristeza e depressão. Nesta situação, a pessoa não quer nada que lhe dê prazer, não quer se divertir, se alimentar ou fazer sexo.

A terceira causa da ausência de libido pode estar relacionada ao uso de remédios contra a depressão ou a ansiedade. "Muitas vezes o paciente está tomando o medicamento e não percebe a perda do desejo até que a esposa começa a chamar a atenção dele", afirma Carvalho.

É uma situação difícil, porque somente com a interrupção do tratamento ele vai recuperar o desejo, mas se não tratar o problema (depressão/ansiedade) também terá comprometido a libido".

Outra causa provável da falta de interesse sexual é o desgaste emocional causado pela crise no relacionamento, inclusive com a perda da libido de ambos.

O médico alerta também para o uso de medicamentos como o Viagra, que não devem ser usados com intenção de ‘acordar’ o apetite sexual. Eles são destinados para quem tem problemas de ereção e só funcionam com o desejo presente.

"Se não houver desejo, o estimulante é inútil", enfatiza o urologista. A solução para a perda do desejo sexual é trabalhar na fonte ou na raiz do problema, somente assim o tratamento vai surtir o efeito esperado.

 

Para trazer o prazer de volta é preciso investigar

  • O tratamento mais eficiente para retomar o desejo sexual é o multidisciplinar. O apoio de médicos e psicólogos ajuda o paciente a superar problemas físicos e emocionais que causam a perda da libido.
  • Os parceiros são o segundo grupo mais afetado pelos males que causam a perda de desejo sexual, por isso mesmo é fundamental que participem do tratamento. O apoio da pessoa amada e a chance que o paciente tem de expressar o que sente e ouvir o parceiro podem ajudar e muito para que os dois encarem com mais tranquilidade o processo de cura.
  • O paciente com perda da libido, seja homem ou mulher, por períodos prolongados deve buscar ajuda. Segundo a sexóloga Eliane Maio, o paciente deve passar por médicos que possam examiná-lo, neste caso, analisar o aspecto da saúde física do paciente. Depois desta análise, verifica-se quais seriam os fatores; se os físicos estiverem organizados, trata-se os emocionais que possam estar bloqueando o desejo.
  • A anorexia sexual e males similares são diferentes da situação em que a pessoa perde o desejo apenas pelo parceiro. No segundo caso, a terapia de casal ajuda a esclarecer os pontos de atrito e, se for do interesse de ambos, recuperar a afetividade na relação. Seja qual for a situação, a cura começa com uma conversa sincera com o parceiro.

 

Depressão
O tratamento da depressão exige paciência do casal, porque a medicação compromete a libido, entretanto a ausência do tratamento também causa o mesmo efeito. A cumplicidade e a paciência do parceiro ajudam o paciente a se recuperar mais rápido.

 

Elas sofrem mais
A falta de libido é mais comum entre as mulheres por causa da educação repressora. Falar sobre o problema pode trazer alívio. A repressão causa sofrimento e pode ser somatizada em sequelas diversas como depressão, síndrome do pânico, entre outras.

 

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.

Publicidade

Publicidade

Shopping

Anuncie nos classificados de O Diário

Pague com:

Loterias

  • Números sorteados
  • 1
  • 7
  • 30
  • 43
  • 44
  • 54

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - O Diário do Norte do Paraná. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.