Publicidade

mais fotos

O reduto do samba e do choro em Maringá tem um nome: Casa de Bamba. Com música ao vivo, o local é ponto de encontro de advogados, músicos, empresários, professores universitários e estudantes que não abrem mão do samba de raiz, samba rock, e samba canção.

Por trás da Casa de Bamba, um sambista de peso, cheio de histórias surpeendentes sobre artistas consagrados e o meio musical: Helington Lopes, ícone do samba maringaense e um dos fundadores do grupo Receita do Samba.

A história da casa começou, na verdade, nas ondas do rádio. Com um programa que durou de 1998 a 2001, veiculado semanalmente na universitária da UEM.

Após esse período, Helington Lopes resolveu criar uma festa com o nome e o clima do programa. O local? Sua própria residência.

Amigos, colegas e pessoas completamente desconhecidas passaram a bater cartão no seu quintal. Os vizinhos, mesmo sendo convidados a todas as festas, não deram trégua. Tocado para fora de seu quintal, o talentoso sambista buscou outros lugares para poder batucar.

Organizou os sambinhas em locais alternativos, fez apresentações em chácaras, tocou no espaço do Sesc e foi bem sucedido nas noitadas no Hotel Bandeirantes. Depois, voltou a tocar, mensalmente, em sua residência - para infelicidade dos vizinhos.

Por imposição dos frequentadores, Helington Lopes finalmente instalou sua Casa de Bamba num endereço próprio. Hoje, a casa funciona nas sextas e sábados à noite, das 22h30 às 2h. Dá para batucar na mesa, investir numa dança e curtir, a todo momento, uma boa música.

Para acompanhar a cantoria, a Casa de Bamba oferece cervejas em lata e 10 variedades de drinques e caipirinhas. No cardápio, você escolhe entre 10 porções tradicionais de bons botecos: batata frita e costelinha de porco são as mais pedidas.

Nas paredes do ambiente interno, a Casa de Bamba exibe algumas obras da artista plástica maringaense Cristiane Campos. Depois de curtir o samba, se você gostar de alguns dos quadros, é possível arrematá-los. Dependendo do proposta, o Helington Lopes vende a obra na hora.

programe-se

perfil

  • Preço Médio

    • de 11,00 a 25,00 reais

  • Ambiente

  • Gênero

    • Samba

  • Reservas

      Não
  • Opcionais

    • Fecha para grupo

    • Música ao vivo

    • Porções

    • Bar

    • Acesso / facilidades para cadeirantes

  • Pagamento

  • Confira antes de sair

    • Os estabelecimentos podem modificar preços, cardápios, atrações, formas de pagamento e horários sem aviso prévio.

Publicidade

Shopping

Publicidade

Anuncie nos classificados de O Diário

Pague com:

Publicidade
*Os estabelecimentos podem modificar preços, cardápios, atrações, formas de pagamento e horários sem aviso prévio.
Voltar ao topo
vivamaringa.com.br 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - O Diário do Norte do Paraná. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.